quarta-feira, 6 de abril de 2011

Sangue Furtivo é o quinto capitulo da saga Sangue Fresco, que descreve a vida de Sokkie Stackhouse e os mistérios em Bon Temps, uma pequena cidade de Louisiana.

Sokkie Stackhouse, uma empregada de bar na pequena vila Bon Temps, não é alheia a experiência sobrenaturais. Sokkie repara que o corpo do seu irmão Jason, começa a transformar-se numa criatura sobrenatural. Mas a preocupação de Sokkie torna-se mais intensa e assustadora quando um atirador furtivo põe em mira várias criaturas sobrenaturais habitadas em Bon Temps. Assim, Sokkie envolve-se num novo mistério, tentando resolve-lo antes que ponha em mira os seus entes queridos.
Sangue Furtivo tem um óptimo arranque, envolvendo várias tentativas de assassinatos, recuperando a energia e a adrenalina do primeiro volume que se têm perdido ao longo da série. Apesar dos vampiros serem a única espécie sobrenatural conhecida publicamente, o foque da série começa a mudar para outras criaturas sobrenaturais, tais como metamorfos e lobisomens.
O enredo é bom, mas nota-se que é apenas um mistério e nada mais, não afectando as personagens de forma permanente. Em contraste com os anteriores volumes, não existe quaisquer tipo de romance, focando mais no mistério do livro e da forma como afecta a protagonista.
São introduzidas novas personagens, aumentando o mistério e dinamizando o enredo. O antagonismo permanece forte durante todo o livro, não de uma forma física, mas de uma forma psicológica dando sensações tais como o medo. No entanto, durante o segundo e o terceiro acto, enquanto mais se aproxima do clímax, começa a tornar-se um perigo físico.
Saliento também que o estilo de escrita da autora continua o mesmo, não havendo nenhuma inovação ou evolução, contudo não desce o nível de qualidade, o que é raro em séries literárias escritos pelo mesmo autor.
Sangue Furtivo é um bom livro de mistério, envolvendo vampiros, metamorfos e lobisomens, perfeito para uma tarde de leitura. No entanto espero que os seguintes volumes comecem a melhorar ou a inovar, pois já se nota o desgaste da fórmula da série.
Recomenda-se aos fãs de Sangue Fresco e fãs de vampiros em geral.


Nota. 8.5
O que é agradável: Conseguiu recuperar alguma da adrenalina dos primeiros volumes, perdida ao longo da série. A dinamização do enredo. As novas personagens de uma forma auxiliam a protagonista, por outro lado aumenta a intriga.
O que é desagradável: A fórmula da série começa a tornar-se repetitiva, pedindo por um enredo que afectem as personagens de forma permanente.

Não se esqueçam de ir a: http://www.analisesliterarias.com

Sem comentários:

Enviar um comentário