quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Férias até Setembro

O blogue vai deixar de ser actualizado no mês de Agosto porque estou de férias e tenho trabalhos pendentes ainda por fazer. 
Não se preocupem que estará de volta em Setembro!

Assim me despeço e vos desejo umas boas férias.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Site oficial já está no ar!

Com meses de dedicação a este blog e aos livros, já está no ar o site oficial "Análises Literárias".
Um local onde está disponível toda a informação encontrada neste blog mas com uma maior organização, juntamente com informação dos autores e eventos no mundo literário.




Não deixe de visitar e... divulgue! Assim aumentamos a nossa pequena comunidade de leitores.


P.S. - A análise desta semana foi adiada devido à criação do site. Espero a vossa compreensão.

domingo, 1 de agosto de 2010

Análise do livro "Queimada Viva"

O livro foi publicado em 2003 e foi de imediato um bestseller, estando em bocas em todo o mundo. Pois, é um relato de uma sobrevivente num crime que mal é falado, que são os crimes de honra, tais crimes que não são puníveis porque tem o propósito de defender a honra da família.  

 Souad é uma mulher que vive na Cisjordânia, que foi julgada por sentir algo totalmente banal para alguns  - o amor. A sua sentença é rápida e mortal, deitar-lhe em gasolina e atear-lhe fogo. 








O livro começa a descrever a sociedade numa pequena aldeia da Cisjordânia, onde as mulheres não tem regalias nenhumas e os homens são tratados como príncipes. Souad conta também a mentalidade retrógrada da população, onde as mulheres não tem valor nenhum e matam os filhos à nascença se for do sexo feminino.
Após a descrição da sociedade, começa a história de Souad, nas suas três fases da vida: Souad, a escrava; Souad, a vítima e Souad, a sobrevivente. 
O estilo de escrita é bastante simples, mas ao mesmo tempo com bastante pormenores, tais pormenores que enriquecem ainda mais o livro sem o leitor tenha desejo de largar o livro, muito pelo contrário, durante esta leitura raro foram as vezes que tive de largar o livro, é totalmente viciante, não pelo tipo de escrita mas pelo mundo onde o livro se insere.
O antagonismo não é um típico mau, o antagonismo deste livro é a sociedade, logo a protagonista sente em todo o momento o sentimento de perigo, fazendo este livro muito imprevisível. Vemos das mais variadas personagens, com sentimentos. Personagens humanas.

É uma leitura obrigatória.

Nota: 9.5

O que é agradável: As descrições ao longo de todo o livro - a sociedade, as personagens, entre outros. O enredo. É totalmente imprevisível. A jornada da protagonista. O antagonismo.

O que é desagradável: A escrita é muito boa, mas certas partes podia melhorar. 

VÍDEO-ANÁLISE:
http://www.youtube.com/watch?v=SH4TixclW4g